Na Imprensa

A AMMP apoia campanha solidária para arrecadação de alimentos

A AMMP participa da campanha Comunidade Viva sem Fome, lançada hoje, 22 de abril, para garantir a segurança alimentar das famílias em situação de maior vulnerabilidade social da Região Metropolitana de Belo Horizonte, durante a pandemia do coronavírus.

O diagnóstico dessas famílias é baseado em uma ampla pesquisa junto às comunidades periféricas, feita pela equipe da Associação Imagem Comunitária (AIC), por meio da rede Periferia Viva.
O trabalho de diagnóstico também conta com o apoio de uma comissão interinstitucional, constituída por representantes de entidades parceiras da campanha.

Para saber mais sobre a campanha e entidades parceiras, acesse: http://comunidadevivasemfome.org.br/

Com funciona?
1)    O doador clica no link de um dos mercados parceiros e é direcionado para a compra do kit de doação.  O preço atual do kit é R$61,92 e pode ser alterado a qualquer tempo, de acordo com as variações do mercado.
 
2)    O pagamento é feito por meio de cartão de crédito. Quando a operadora do cartão confirmar o pagamento, você vai receber a nota fiscal eletrônica automaticamente em seu e-mail.
 
3)    Os kits serão identificados com um selo autoadesivo da campanha e conterão um folheto com instruções para a prevenção da COVID-19.
 
4)    Os supermercados entregarão os kits gratuitamente, sem nenhum custo de frete para os doadores, a um centro de distribuição da CÁRITAS BRASILEIRA REGIONAL MINAS GERAIS.
 
5)    A CÁRITAS vai distribuir as cestas para as entidades comunitárias credenciadas e elas farão as entregas para as famílias da comunidade que mais precisarem.
 
Transparência
Todo o processo de doação, da compra dos kits no site de cada supermercado à entrega a cada família, é monitorado de perto.
O número de doações será divulgado no site da campanha, neste link: http://comunidadevivasemfome.org.br/transparencia/, quinzenalmente.
  


Mais na Imprensa

Informativo AMMP

Caros(as) Associados(as), 
a partir de hoje, a AMMP retomará gradualmente o atendimento presencial, mediante horário especial e rodízio, de segunda a sexta-feira, de 10:00 as 16:00 horas. 

Esse momento exige de nós adaptações para garantir ...

NOTA DE REPÚDIO E ESCLARECIMENTO - GAECO


O Promotor de Justiça coordenador e os Promotores de Justiça integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado - GAECO, abaixo subscritos, vem a público repudiar as ofensas e as falsas imputações lançadas contra Promotor ...