Na Imprensa

Justiça Eleitoral proíbe telão com novela no comício de Dilma

A Justiça Eleitoral proibiu a coligação do candidato do PT à Prefeitura de Salvador, Nelson Pelegrino, de exibir o último capítulo da novela "Avenida Brasil", da TV Globo, durante comício com a presença da presidente Dilma Rousseff na noite de sexta-feira (19).

Com medo de ter o comício esvaziado por causa da grande audiência da novela, a campanha de Pelegrino planejava instalar um telão no evento, que será realizado em Cajazeiras, um dos bairros mais populosos da cidade.

A decisão é em caráter liminar e não há previsão para julgamento do mérito. O pedido para proibir a exibição partiu da coligação de ACM Neto (DEM), que disputa o segundo turno com o petista na capital baiana.

Segundo a juíza da 9ª Zona Eleitoral, Ana Conceição Barbudo, "tal conduta teria fins eleitoreiros, usufruindo de imagens de artistas globais e do Ibope da programação". Ela vedou a exibição, no telão, de "qualquer tipo de situação que não se relacione com o objeto da campanha".

Para o advogado Ademir Ismerim, do DEM, a prática anunciada pelo PT se assemelharia a um showmício, algo não permitido pela legislação eleitoral. A Polícia Militar foi designada para garantir o cumprimento da decisão.

Na terça-feira (16), ao confirmar a participação da presidente no evento, o senador Walter Pinheiro (PT), coordenador político do comitê de Pelegrino, disse que, devido à concorrência com a novela, o telão transmitiria "Dilma e Carminha", referindo-se a uma das principais personagens de "Avenida Brasil".

O PT baiano chegou a antecipar o horário do comício para as 19 horas, com o objetivo de não coincidir o evento com a novela. Mesmo assim, para não afastar o público, o partido se comprometeu a passar o último capítulo num telão. "O candidato adversário, mais uma vez, tem uma conduta contra o povo de Salvador", disse Nelson Pelegrino ao ser questionado sobre o assunto.

O próprio site oficial do petista fazia referência à coincidência de horários, dizendo que o destino da cidade "é mais importante e, nesse, você pode influenciar".

Na última segunda, Dilma foi convencida pela campanha de Fernando Haddad (PT) a adiar o comício que faria na sexta-feira, em São Paulo, por causa da novela. O evento ficou para sábado. (Hoje em Dia)

 



Mais na Imprensa

blog-1-column2

Diretoria da AMMP se reúne com Conselheiro do CNMP

 Na tarde de ontem (15), a diretoria da Associação Mineira do Ministério Público, se reuniu, juntamente com o Procurador-Geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, com o Conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Luciano Nunes ...
blog-1-column2

2019 começa com Chá das 3

A AMMP realizou, no dia 8 de janeiro, na sede, o Chá das 3 para pensionistas e aposentados. Evento marca o início da agenda de eventos da Associação em 2019.
 
Como habitualmente acontece, o Chá das 3 ofereceu ambiente com música e bufê ...