Na Imprensa

Raquel Dodge defende diálogo entre Ministérios Públicos

A presidente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recebeu nessa segunda-feira, 9 de outubro, os procuradores-gerais de Justiça de todos os estados brasileiros, ou seus respectivos representantes. O encontro ocorreu na sede da Procuradoria-Geral da República, em Brasília.

Durante a reunião, Raquel Dodge afirmou que o principal objetivo do encontro é incentivar a união das unidades do Ministério Público brasileiro, além de encurtar a distância entre os membros nos estados e estabelecer um diálogo permanente e horizontal na instituição. “Todos os membros devem ter vez e voz no Ministério Público”, afirmou. Na ocasião, o grupo deliberou pela periodicidade dos encontros, constituindo o Fórum Permanente de Diálogo entre os Ministérios Públicos Estaduais e Federal.

Os procuradores-gerais de Justiça destacaram a importância dessa interlocução para o fortalecimento das instituições e a otimização dos trabalhos em defesa da sociedade. “Este fórum é importante para discutirmos temas comuns aos ministérios públicos”, ressaltou o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina (MP/SC) e presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça dos Estados e da União (CNPG), Sandro José Neis.

Ao falar sobre o Conselho, a presidente reafirmou a intenção de realizar sessões temáticas para apreciação dos processos na Casa. “Já pedi aos conselheiros que ofereçam sugestões sobre o modo de construirmos essa pauta”, afirmou. A ideia, de acordo com Dodge, é dar mais previsibilidade às datas dos julgamentos.

Raquel Dodge aproveitou a oportunidade para apresentar parte dos integrantes de seu gabinete da Procuradoria-Geral da República e colocar a equipe à disposição dos procuradores-gerais. Ela solicitou, ainda, atenção especial dos estados na atuação eleitoral. O vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques Medeiros, lembrou que o Brasil está a um ano das eleições e reiterou a necessidade de integração dos membros com as Procuradorias Eleitorais.

O encontro contou, também, com a participação da secretaria-geral do CNMP, Adriana Zawada Melo; da secretaria de Direitos Humanos e Defesa Coletiva, Ivana Farina Navarrete Pena; e do secretário de Relações Institucionais, Nedens Ulisses Freire Vieira. (CNMP)
 


Mais na Imprensa